Joel Haas/ Portal GAZ
Joel Haas/ Portal GAZ

Fetos humanos são achados em contêiner no interior do RS

Morador da cidade de Santa Cruz do Sul acionou polícia, que investiga a possibilidade de os fetos estarem ligados a estudos científicos

Luciano Nagel - Especial para O Estado, O Estado de S.Paulo

17 Maio 2016 | 16h32

PORTO ALEGRE - A Polícia Civil de Santa Cruz do Sul, região do Vale do Rio Pardo no Rio Grande do Sul, instaurou um inquérito para apurar a procedência de oito fetos humanos e uma placenta encontrada por um morador nesta segunda-feira,16. Em depoimento a polícia, o homem afirmou que os fetos humanos estavam dentro de frascos de vidro etiquetados.

O pedestre encontrou o volume que estava enrolado em sacos plásticos jogados dentro de um contêiner, localizado na Rua Marechal Deodoro, no centro da cidade.

Parte dos frascos continha a identificação dos fetos, como as de um deles que havia nascido sem cérebro no ano de 1980. Já outro recipiente de vidro é de uma criança de apenas de cinco meses. O caso está sendo investigado pela 1.ª Delegacia de Polícia do município.

Delegada plantonista que atendeu a ocorrência, Raquel Schneider não descarta a hipótese de que o material era utilizado para estudos científicos, já que o local onde os fetos foram encontrados fica próximo de laboratórios e do Hospital Santa Cruz.

Mais conteúdo sobre:
PORTO ALEGRE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.