FHC alfineta Lula na questão dos direitos humanos

Sem citar nomes, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso questionou as diferentes posições de seu sucessor em relação aos direitos humanos, durante debate realizado ontem no 23º Fórum da Liberdade, em Porto Alegre. "Você não pode ser a favor da liberdade política em Honduras e não ser a favor em Cuba", alfinetou FHC, referindo-se indiretamente à postura do presidente Lula diante da situação política dos dois países.

Elder Ogliari e Sandra Hahn, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2010 | 00h00

"Não pode ser a favor de que haja direitos humanos aqui e não se opor à falta de respeito aos direitos humanos em outros países", completou o ex-presidente,

A pedido de um participante, Fernando Henrique também falou sobre o Plano Nacional de Direitos Humanos, elaborado pelo governo Lula. Segundo FHC, a equipe que elaborou o plano tem "autenticamente sentimento de direitos humanos". Mas ele considerou o resultado "politicamente bastante desastroso". Lançado em dezembro, o plano - com propostas que vão do controle social dos meios de comunicação ao marco regulatório dos planos de saúde, passando por mudança nas questões de terras invadidas - provocou onda de protestos. "Creio que a essa altura o governo está dando um jeito para que aquilo não seja discutido."

/

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.