FHC homenageia São Paulo com o porta-aviões

Terminou no início da tarde de hoje a cerimônia de transferência do navio aeródromo "São Paulo" do setor material para o setor operativo da Marinha Brasileira. O presidente Fernando Henrique Cardoso foi a última autoridade a discursar, precedido do governador Geraldo Alckmin, do ministro da Defesa, Geraldo Quintão e de três almirantes. Num discurso rápido, de cerca de 8 minutos, Fernando Henrique não fez nenhuma menção à situação política atual e destacou a importância do governo federal adquirir um porta-aviões mesmo sendo o Brasil uma nação pacífica.Ao encerrar o discurso, FHC disse que não poderia deixar de dar uma última palavra em homenagem a São Paulo. "Tinha pensado em trazer esse navio e entregá-lo ao governador Mário Covas. Hoje entrego a quem o sucede de modo admirável. Me sinto orgulhoso por São Paulo e pelo Brasil", disse Fernando Henrique.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.