FHC prevê progresso mais lento se petista vencer

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou em entrevista ao jornal britânico Financial Times que a eventual vitória da petista Dilma Rousseff representará um desenvolvimento mais lento do País. "Isso vai nos impedir de nos desenvolvermos mais rapidamente. Mas não vai levar o Brasil para trás. A sociedade é muito forte para isso."

, O Estado de S.Paulo

26 Setembro 2010 | 00h00

Ele não escondeu a frustração ao falar das eleições, afirmando que a oposição ajudou a tornar o presidente Lula um mito. "A oposição entendeu errado. Nós permitimos a mitificação de Lula. Mas Lula não é revolucionário. Ele surgiu da classe trabalhadora e se comporta como se fizesse parte da velha elite conservadora."

Segundo Fernando Henrique, é preciso "uma nova onda" de reformas. "Como nós teremos um aumento de produtividade para competir? Isso significa reforma fiscal, impostos menores e investimento em capital humano e infraestrutura."

Indagado sobre sua própria importância para a política brasileira, o ex-presidente definiu: "Eu fiz as reformas. Lula surfou na onda."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.