Filha do cantor Giovani é enterrada em Franca

Gessyca Cristina Morais morreu em um acidente de carro em Osasco

Rene Moreira - Especial para o Estado, O Estado de S. Paulo

15 Janeiro 2014 | 13h48

Centenas de amigos e parentes emocionados estiveram na manhã desta quarta-feira (15) no Cemitério da Saudade, no centro de Franca (SP), acompanhando o enterro de Gessyca Cristina Morais, de 21 anos, filha do cantor sertanejo Giovani, da dupla Gian e Giovani. Ela morreu na madrugada anterior vítima de um acidente de trânsito em Osasco, na Grande São Paulo.

O caixão foi colocado no jazigo da família que pôde observar apenas a parte do rosto. O restante estava fechado fechado. Giovani chegou apenas no final do sepultamento e, muito emocionado, teve de ser amparado por familiares. Nenhum parente quis comentar a morte.

Alguns artistas também foram se despedir de Gessyca, que cursava o segundo ano de jornalismo. "Conhecia muito ela, sou amigo do Giovani e da família dela, realmente é algo muito triste", disse ao Estado o cantor Rionegro, da dupla Rionegro e Solimões. Ele contou ter ido prestar apoio nesse momento tão difícil. "Perder alguém querido de um dia para outro não é fácil".

Através das redes sociais, a dupla Gian e Giovani agradeceu o apoio de amigos e fãs e pediu privacidade. "Giovani e sua família gostariam de agradecer a todos pela solidariedade, simpatia, força, mensagens de carinho, amor, fé e esperança", diz a nota.

Acidente. Gessyca estava em um Honda Civic que capotou e foi parar numa árvore numa das principais avenidas de Osasco. Um amigo, Pierluigi Patroni Valentim Cruz, de 22 anos, dirigia o veículo e morreu no local.

Gessyca foi socorrida e faleceu no hospital, enquanto que seu primo Felipe Morais, que também estava no carro, foi internado em estado grave com várias fraturas pelo corpo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.