Filha mata pai com 45 facadas em Manaus

Mulher de 32 anos sofre de distúrbio mentais, diz PM; segundo ela, o pai agredia a família quando se embriagava

Solange Spigliatti, Central de Notícias

25 de maio de 2009 | 14h24

Adir Farias Barroso, de 63 anos, foi morto a facadas pela sua filha, Andréa de Oliveira Barroso, de 32 anos, após um ataque impulsivo, na manhã deste domingo, 24, em Manaus. Segundo a Polícia Militar, Andréia teria dado pelo menos 45 facadas no pai, por volta das 7h30, na casa onde moram, na Rua Tarumã, bairro São José 1, zona Leste da cidade.

 

Andréia, de acordo com a PM, tomava remédios com uso controlado, pois sofria de distúrbios mentais, depois que seu filho foi violentado pelo avô. Adir foi acusado por Andréia de também agredir a família quando chegava em casa embriagado.

 

A filha teve que ser hospitalizada após o crime, depois que vizinhos a agrediram com pauladas para que ela soltasse a faca. Ela foi levada para o Hospital João Lúcio e depois para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.

Mais conteúdo sobre:
Manaus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.