André Luft/Facebook
André Luft/Facebook

Filho da escritora Lya Luft morre enquanto surfava em Florianópolis

André Luft, de 51 anos, havia passado por cateterismo há um mês e sofreu parada cardiorrespiratória

Luciano Nagel, Especial para o Estado

03 Novembro 2017 | 12h56

FLORIANÓPOLIS - André Luft, um dos três filhos da escritora gaúcha Lya Luft, morreu nesta quinta-feira, dia de finados, na praia de Moçambique, em Florianópolis. Ele estava surfando quando passou mal e foi levado para a areia, onde outros surfistas tentaram reanimá-lo. A escritora lamentou a morte em suas redes sociais. "Perdi hoje meu amado filho André Luft, surfando em Floripa como tanto gostava. Sem palavras", publicou a escritora.

Ao meio-dia o helicóptero de resgate do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado. Entretanto a equipe médica, ao chegar, realizou procedimentos de reanimação por 40 minutos, sem sucesso. "Ele já tinha um problema cardíaco, tinha feito um cateterismo recentemente. A esposa dele estava junto e nos contou que o médico já tinha liberado a prática esportiva", relatou o tenete-coronel Diogo Losso, ao Diário Catarinense

Ele vivia em Moçambique, no sudoeste do continente africano, e era diretor de uma empresa de grãos no país. Luft estava de passagem por alguns dias no Brasil onde visitou a família no Rio Grande do Sul. Pelo Facebook, sua mãe, a escritora Lya Luft, 79 anos, comunicou o falecimento do filho.

André Luft deixa a esposa e dois filhos, de 23 e 25 anos. O corpo será translado a Porto Alegre. O horário do velório e enterro ainda não foi divulgado pela família.

Mais conteúdo sobre:
Lya Luft Surfe Morte Florianópolis [SC]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.