Filho de Amarildo registra ocorrência contra PM por abuso de autoridade

Rapaz disse que ia do trabalho para a Rocinha quando foi abordado pelo policial, que o chamou para uma 'conversa'

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

13 Outubro 2013 | 18h35

RIO - Filho do pedreiro Amarildo de Souza, desaparecido na favela da Rocinha no dia 14 de julho, Emerson de Souza, de 20 anos, registrou ocorrência na 15ª DP (Gávea) contra o policial militar Lopes Atanazio, na noite de sábado, 12, por abuso de autoridade.

O rapaz disse que ia do trabalho, no Parque Lage, no Jardim Botânico (zona sul), para a Rocinha quando foi abordado pelo policial, que o chamou para uma "conversa". Emerson, por ter se recusado a atender à convocação, recebeu voz de prisão por desacato. O policial deu outra versão: disse ter sido abordado por Emerson, que o chamou de "assassino". O PM registrou queixa contra o filho de Amarildo por desobediência à autoridade policial.

Mais conteúdo sobre:
AmarildoPolícia Militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.