Filho de Cissa Guimarães morre após ser atropelado

Rafael Mascarenhas andava de skate na Zona Sul, nas imediações da Praça Sibélius, quando foi atinigido um por um veículo; suposta omissão de socorro do motorista será investigada

Pedro Dantas - O Estado de S. Paulo

20 de julho de 2010 | 12h47

RIO - A Central Globo de Comunicação (CGCom) confirmou que Rafael Mascarenhas, de 18 anos, filho caçula da atriz Cissa Guimarães, morreu na manhã desta terça-feira, 20, após ser atropelado de madrugada quando andava de skate na Zona Sul do Rio. O atropelamento e a suposta omissão de socorro do motorista serão investigados por policiais da 15ª Delegacia de Polícia da Gávea.

 

A via estava fechada para obras de reparo. Em nota, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) do Rio negou que houve invasão ao bloqueio da área interditada ao trânsito no Túnel Acústico, na Gávea, na zona sul do Rio. O acidente ocorreu por volta de 1h50 na madrugada. O rapaz deu entrada no Hospital Municipal Miguel Couto, às 2h30, com politraumatismo na cabeça, no tórax, nos braços e nas pernas.

 

Mascarenhas chegou a ser operado, mas não resistiu e morreu por volta das 8 horas. A CGCom informou que a família ainda não definiu o horário do velório e do enterro.

 

Rafael e dois amigos aproveitavam a interdição para descer a ladeira de acesso à Gávea (zona sul), mas o acidente teria ocorrido em um retorno aberto ao trânsito. Dois carros trafegavam pela via no momento.

 

Jovens da zona sul aproveitam a interdição dos túneis nesta região da cidade para andar de skate, do tipo "longboard", para praticar a modalidade conhecida com "downhill"

 

CET

 

De acordo com a Assessoria de Comunicação da CET-Rio, o acidente ocorreu já nas imediações da Praça Sibélius, na Gávea, e não dentro da galeria do túnel. O bloqueio estaria sendo feito por uma carro-reboque, atravessado na entrada do Túnel Zuzu Angel, em São Conrado.

 

Veja a íntegra da nota divulgada pela CET-Rio:

 

"Em relação ao acidente ocorrido nessa madrugada , na saída do Túnel Acústico, na Gávea, a CET-Rio informa que os agentes de trânsito não constataram nenhuma invasão de bloqueio na área interditada. O fechamento do Túnel Zuzu Angel é feito, semanalmente, em dias alternados, em cada um dos sentidos, para execução de serviços de manutenção, de 01 h às 05 h. Mesmo rotineiras, as interdições são amplamente divulgadas aos veículos de comunicação e através dos painéis de mensagens variáveis. A CET-Rio já disponibilizou as imagens das câmeras de monitoramento do trânsito instaladas na Praça Sibélius e dos radares de velocidade para contribuir com as investigações policiais. A Companhia acrescenta que não há registro de acidentes semelhantes ocorridos nos túneis da cidade nos últimos anos."

 

Texto atualizado às 14h20.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.