Tasso Marcelo/AE
Tasso Marcelo/AE

Filho de Eike Batista atropela e mata ciclista no Rio, diz polícia

Thor Batista, de 20 anos, foi submetido ao teste do bafômetro e não estava alcoolizado

Mariana Durão, da Agência Estado,

18 Março 2012 | 10h49

Texto atualizado às 15h47

 

RIO - O filho mais velho do empresário Eike Batista e da ex-modelo Luma de Oliveira, Thor Batista, de 20 anos, se envolveu em um acidente de carro na noite de sábado, 17. Ele é suspeito de atropelar e matar Wanderson Pereira dos Santos, de 30 anos, que passava de bicicleta pela Rodovia Washington Luís, em Xerém, distrito de Duque de Caxias, Baixada Fluminense, no Rio.

 

Veja também:

link Ciclista belga morre durante treino de triatlo no Rio

 

O caso está sendo investigado pela 61ª DP (Xerém). O ciclista teria sido atingido pela Mercedez Benz McLaren prata, placa EIK-0063, do filho do bilionário na pista sentido Rio. A vítima morreu na hora.

 

De acordo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), logo após o acidente o filho de Eike Batista e seu amigo, que o acompanha no veículo, procuraram um posto policial a três quilômetros do local. Com estilhaços de vidro no rosto, Thor chegou ao posto acompanhado de seguranças para pedir socorro e registrar o caso. A PRF informou que os jovens foram submetidos ao teste do etilômetro e não estavam alcoolizados. A Mercedes foi periciada ainda na rodovia.

 

Thor Batista pode ser acusado de homicídio culposo, isto é, sem a intenção de matar. Em nota, a assessoria de imprensa da EBX informa que Thor Batista lamenta profundamente o ocorrido e que não estava dirigindo em alta velocidade. Thor afirma ter prestado socorro à vitima "que atravessava, inadvertidamente, a rodovia 040 (sentido Juiz de Fora-Rio) de bicicleta, na noite de ontem".

 

O empresário diz também que chamou a ambulância da Concer para prestar atendimento a Wanderson Pereira dos Santos. Segundo a nota, "Thor estava na velocidade permitida, fez o teste do bafômetro e firmou declaração de próprio punho descrevendo o acidente, no posto da PRF". O filho de Eike Batista diz ainda que prestará toda a assistência à família de Wanderson.

 

Um advogado da família Batista esteve na delegacia e levou o carro de Thor, com a promessa de manter as condições em que o veículo ficou após o acidente. Com o impacto do atropelamento, a Mercedes ficou amassada. A tia e uma prima da vítima também estiveram na delegacia.

 

O corpo de Wanderson foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) na manhã deste domingo. Não há ainda informações sobre o sepultamento.

 

Veja a íntegra da nota de Thor Batista:

 

Sobre o acidente, Thor Batista lamenta profundamente o ocorrido e informa que prestou socorro à vitima, que atravessava, inadvertidamente, a rodovia 040 (sentido Juiz de Fora-Rio) de bicicleta, na noite de ontem. O empresário chamou a ambulância da Concer para prestar atendimento a Wanderson Pereira dos Santos. Thor estava na velocidade permitida, fez o teste do bafômetro e firmou declaração de próprio punho descrevendo o acidente, no posto da PRF. Thor prestará toda a assistência à família de Wanderson e comparecerá no curso da semana para prestar depoimento na 61ª DP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.