Filho de ex-deputado preso com lança-perfume em SP

Agentes do Departamento de Investigações Sobre Narcóticos (Denarc) prenderam, na tarde de ontem, o universitário Jorge Tadeu Mudalen Filho, de 19 anos, filho do ex-deputado federal, Jorge Tadeu Mudalen (PMDB-SP), cujo último mandato terminou neste ano; e o também universitário Guilherme Pegollo Barbosa, de 23, com 58 frascos de lança-perfume de procedência argentina.A apreensão faz parte da Operação Dancing, destinada a combater tráfico de drogas em danceterias e casas noturnas da região da Vila Olímpia e Moema, na zona Sul da capital paulista. As prisões foram feitas por investigadores do "grupo clubber", do Soe (Setor de Operações Especiais) do Denarc. No último sábado, o Denarc, com 70 homens, realizou mais uma Operação Dancing, na Vila Olímpia.Durante as investigações, os policiais descobriram que dois rapazes vendiam lança-perfume no estacionamento da danceteria Blanco, na Rua Cardoso de Melo. Os suspeitos foram abordados pelos policiais, que se passaram por interessados na compra da droga. Eles afirmaram, já de madrugada, que o produto tinha acabado e combinaram entrega de nova remessa.Às 17h de ontem, no Shopping Internacional de Guarulhos, na rodovia Presidente Dutra, Mudalen apareceu com duas duas caixas de 24 unidades de lança-perfume da marca Universitário. Ele foi preso em flagrante. Interrogado, disse que havia mais frascos na casa de Barbosa, na rua Lucio de Rabelo, 76, em Guarulhos, Grande São Paulo.Lá, os policiais prenderam Guilherme e encontraram o restante do entorpecente. Barbosa disse que estava apenas guardandoa droga para Mudalen. Ele é estudante de Administração, enquanto o filho do ex-deputado faz curso de Marketing.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.