Filippi e Sobral são tesoureiros do PT e PSDB

Terminou ontem o prazo para registro dos comitês financeiros dos candidatos que vão disputar cargos nas eleições de outubro. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já começou a analisar os registros. PT e PSDB optaram por indicar pessoas de confiança dos candidatos Dilma Rousseff e José Serra.

Mariângela Gallucci /BRASÍLIA., O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2010 | 00h00

Integram o comitê da petista o presidente nacional do partido José Eduardo Dutra (na vaga de presidente), o ex-prefeito de Diadema José de Filippi Junior (tesoureiro) e José Eduardo Martins Cardozo (secretário).

O comitê de Serra será presidido por José Gregori, ex-ministro da Justiça no governo de Fernando Henrique Cardoso. O cargo de tesoureiro ficou com Luís Celso Vieira Sobral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.