Filmes pedem abertura de arquivos da ditadura

Seis atores representam militantes políticos desaparecidos na campanha que a OAB-RJ lançou ontem pedindo a abertura dos arquivos da ditadura de 1964-85. Programados para veiculação em algumas emissoras de TV e outras mídias, seis filmetes de 30 segundos mostram artistas contando histórias de alguns desaparecimentos e a instituição pede adesões a um abaixo-assinado pela liberação do material arquivado no regime militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.