Divulgação
Divulgação

Fiscais encontram duas pessoas em situação de trabalho escravo na Bahia

Ação acontece após denúncia anônima; trabalhadores estavam em fazenda em Riachão das Neves

Priscila Trindade, estadão.com.br

18 Agosto 2011 | 11h40

SÃO PAULO - Fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) descobriram dois trabalhadores em condições de trabalho escravo na região do Anel da Soja, no município de Riachão das Neves, na Bahia, nesta quarta-feira.

 

A operação, realizada por meio da Gerência do Trabalho de Barreiras (GRTE/BA), foi desencadeada após denúncia anônima de que pelo menos cinco trabalhadores estavam dormindo com barracos de lonas.

 

No local, foi constatado que eles estavam em um barraco de lona sem água potável, energia elétrica e condições mínimas de higiene pessoal. Duas pessoas que se identificaram como gerentes da fazenda foram localizadas pelas equipes do Ministério do Trabalho e Emprego e da PRF. Eles foram encaminhados, junto com os trabalhadores, para a sede do Ministério Público do Trabalho em Barreiras.

Mais conteúdo sobre:
trabalho escravo Bahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.