Fiscal de ônibus é assassinado no ponto final

Policiais do 49º DP ? São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, investigam para esclarecer o assassinato do fiscal de ônibus Messias Carvalho da Silva, de 21 anos, que brigou com dois rapazes no ponto final do ônibus, no Jardim Santa, próximoao supermercado Barateiro da Av. Sapopemba. O crime ocorreu por volta de 22h e, baleado, ele morreu ao ser socorrido no Pronto-Socorro do Hospital Geral de São Mateus.A briga, presenciada apenas por uma passageira, iniciou-se no interior de um coletivo da SP Bus transportes Urbanos S.A., que fazia a linha 3764 (Jardim Santa Bárbara - Metrô Tatuapé), cujos motorista e cobrador estavam tomando café em um bar próximo. O motivo da discussão pode ter sido a intenção da dupla de passar sob a roleta ? viajar de carona ? o que é proibido pela empresa.Depois de algumas trocas de insultos, o fiscal entrou em luta corporal com a dupla e os três desceram brigando. A passageira conta que não viu quem atirou, apenas escutou o estampido e, depois, percebeu que Messias estava caído na calçada. Tinha uma perfuração de bala no pescoço e outra sob um dos braços. Uma era de entrada do projétil e a outra, de saída.A motocicleta da vítima estava estacionada a 20 metros do ponto final e não foi levada pelos agressores. O dinheiro do ônibus também não, o que afasta a hipótese de latrocínio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.