Fiscal é assassinado na prefeitura de Ubatuba

O fiscal municipal Rubici Ferreti, de 37 anos, foi executado com 15 tiros dentro do prédio da prefeitura de Ubatuba, na noite de quarta-feira. O servidor público trabalhava no combate aos ambulantes clandestinos. Até hoje, a prefeitura tinha flagrado 300 ambulantes vendendo lanches e frituras nas praias de Ubatuba sem licença municipal.Dois homens encapuzados invadiram o pátio da prefeitura, por volta da meia-noite e conseguiram chegar até a sala onde o fiscal estava, em companhia de outros dois funcionários. Os servidores encerravam o expediente e se preparavam para ir embora. Os assassinos permitiram que os outros dois fiscais deixassem a sala e mataram apenas Rubici Ferreti.O crime chocou a família da vítima e também a polícia. "A invasão da prefeitura foi uma ação muito ousada. Eles estavam de tocaia", disse a delegada Elizabeth Zago de Carvalho. A polícia investiga que o servidor tenha sido morto por vingança. "Ele estava recebendo ameaças por telefone", contou o irmão da vítima, Luciano José Ferreti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.