Fogão é achado em estação de metrô em SP

Os mais inusitados objetos já foram encontrados nas estações e trens do Metrô de São Paulo. Estasemana, porém, os funcionários se surpreenderam ao achar um fogão, deixado em um dos terminais.Desde 1975, quando começou a funcionar a Central de Achados e Perdidos, chegaram ao localdentaduras, violino, computador, televisor, colchão, muletas e até cadeiras de rodas. "Fogão e, ainda por cima dos grandes, com quatro bocas, é a primeira vez", disse um funcionário dosetor.O Metrô recolhe por mês uma média de 1.500 itensesquecidos pelos passageiros. Cerca de 37% dos objetos e documentos são devolvidos aos donos. Quando não são procurados no período de 60 dias, são enviados para o Fundo Social deSolidariedade do Estado de São Paulo.Detalhes como o local exato onde o eletrodoméstico foi deixado, data e horário, assim como marca e modelo do fogão, nãoforam divulgados pela companhia. De acordo com a assessoria de imprensa do Metrô, caso esses dados fossem revelados, seria impossível identificar o dono, já que muitas pessoas podem procurar a empresa alegando serem as proprietárias.O dono do fogão deve se dirigir à Central de Achados e Perdidos, na Estação Sé, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, exceto feriados. Também pode se informar pelo telefone3286-0111, de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas, e aos sábados, das 9 às 15 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.