Fogo queima arquivo de Corregedoria da Febem

Um incêndio atingiu todo o arquivo da Corregedoria da Fundação Casa (antiga Febem) que guardava os processos arquivados contra funcionários investigados na entidade - tanto os antigos quanto os recém-encerrados. O incêndio começou por volta de 21 horas de sexta-feira, 23, e durou cerca de 50 minutos, atingindo o anexo onde ficava o arquivo de documentos da Corregedoria. O secretário da Justiça, Luiz Antônio Guimarães Marrey, disse que o Instituto de Criminalística esteve sábado, 24, no local para investigar as causas do incêndio. ´Não dá para descartar nenhuma possibilidade, mas passa pela cabeça da gente a possibilidade de ter sido provocado.´ Segundo ele, o novo corregedor da fundação, Roberto Botelho, que assumiu no início do ano, havia determinado pesquisas no arquivo. ´Eles estavam reexaminando alguns casos encerrados´, explicou Marrey. Perguntado se a reanálise foi feita por ordem sua, Marrey disse que ´houve necessidade´. Para ele, se o incêndio foi criminoso, o fato é grave. ´Se foi provocado, foi feito com o auxílio de alguém interessado, de dentro.´

Agencia Estado,

25 Fevereiro 2007 | 10h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.