Fogos no réveillon do Rio serão queimados longe da praia

Para aumentar a segurança durante a festa de réveillon na praia de Copacabana ? que, no ano passado, deixou um morto e cinqüenta pessoas queimadas ?, os fogos de artifício serão detonados a 300 metros da costa, de cinco embarcações.Outra novidade: este ano, o show será piromusical ? diversas canções acompanharão as explosões. E o Sambódromo fará sua estréia como palco alternativo das comemorações do ano-novo no Rio.O show deverá ter doze minutos ? seis a menos do que no ano passado. ?Aumentar a duração da queima virou uma obsessão. Acreditamos que o tempo ideal são doze minutos. Acima disso, as pessoas ficam dispersas. Além do mais, temos de eliminar os riscos?, disse José Augusto Rodrigues, diretor de operações da Riotur, que organiza o evento em Copacabana.Três empresas já demonstraram interesse em patrocinar a festa. Os pontos de queima serão reduzidos de doze para cinco. ?O acidente do ano passado (quando os fogos explodiram de forma errada, no meio dos espectadores que assistiam ao espetáculo na areia da praia) jamais se repetirá?, garantiu Rodrigues.A quantidade e o modelo dos fogos ainda serão definidos. Também não escolhidas, as músicas que vão compor o fundo musical para o show pirotécnico deverão ser tocadas em sincronia com os fogos, num ritmo de acordo com a intensidade das explosões.Potentes caixas de som serão espalhados pela orla. Além das novidades quanto à queima, cariocas e turistas que passarem o réveillon em Copacabana experimentarão ainda o conforto de terem 200 banheiros químicos à sua disposição.A iniciativa é de proprietários dos bares e restaurantes da região, que todo ano sofrem com as filas de pessoas que usam seus banheiros.Empresas privadas estão sendo procuradas pela Riotur para reforçar o esquema já integrado por órgãos municipais e estaduais nas áreas de saúde e segurança.A festa não ficará restrita a Copacabana. Haverá palcos nas praias de Ipanema e do Leme, além do Parque do Flamengo. Baterias de escolas de samba, acompanhadas de artistas da MPB, darão ao ano-novo um clima carnavalesco.Quem estiver em Sepetiba, Barra da Tijuca, Ramos, Ilha do Governador e Ilha de Paquetá não precisará se deslocar até a zona sul, já que a prefeitura vai promover festas nestes locais.A Riotur divulgou ainda que, pela primeira vez, o Sambódromo também abrigará uma festa de réveillon, com apresentações musicais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.