''''Foi Deus que me deixou deitadinha ali''''

Daniela diz que se salvou por milagre

Tatiana Fávaro, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2014 | 00h00

A assistente administrativa Daniela Camargo, de 26 anos, disse ontem no Hospital e Maternidade Madre Theodora, em Campinas, que se salvou do acidente do qual foi vítima, na terça-feira passada, por um ''''milagre''''. ''''Deus me empurrou para o banco do passageiro'''', afirmou. ''''Foi Deus mesmo que me empurrou para lá e me deixou deitadinha ali.'''' Daniela ficou por quase quatro horas presa nas ferragens de seu Fiat Uno, prensado entre um ônibus e um caminhão-betoneira diante de um semáforo. O carro ficou irreconhecível.Ontem, a assistente afirmou que não vai registrar queixa contra o motorista do caminhão, Alexsandro Alves. O rapaz disse não ter conseguido reduzir a velocidade do veículo. ''''Acho que ele não teve culpa de nada. Aquela descidinha ali, eu sempre falo, é superperigosa'''', disse Daniela.A jovem, que passou por duas cirurgias - no pulso esquerdo e no quadril -, teve a seu favor a tranqüilidade, o que, segundo os bombeiros, ajudou no delicado resgate. Além disso, ela conta, seu celular, que estava dentro da bolsa fechada, escorregou do banco e foi parar em sua mão. ''''Ele surgiu'''', disse, sorrindo. Foi então que a assistente ligou para a mãe, Ângela Regina Camargo, 52 anos.''''Tinha medo que minha filha desmaiasse. Então fui falando com ela e cantando a música dos anjos, do Padre Marcelo (Rossi), até chegar lá (ao local do acidente). Quando cheguei, não conseguia ver o carro, saí gritando'''', contou Ângela. ''''Mas tinha certeza de que ela ia sair de lá viva.''''Daniela deixou a UTI, mas ainda não há previsão de alta. O ortopedista Miguel Chati disse que as chances de seqüelas, como rigidez do pulso e dores no quadril, são muito pequenas. ''''Quando vi a fotografia do carro pensei: meu Deus, o que será que aconteceu com essa moça? Ela é e está extremamente tranqüila. Quando ela tiver a real noção de que o que ocorreu com ela foi um milagre, talvez isso mude.''''

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.