Folião cai de carro de som e sofre fratura craniana no Rio

O folião Sérgio Vera Cruz, de 52 anos, caiu de um dos carros de som do Cordão da Bola Preta. A queda de cerca de dois metros provocou fratura em ossos do crânio. Ele foi levado para o Hospital Souza Aguiar, onde foi atendido no setor de traumas. Segundo a organização do desfile do Bola Preta, cerca de R$ 70 mil foram gastos com seguranças, músicos e veículos. Desse valor, R$ 10 mil são recursos da prefeitura. Ainda para este sábado, pelo menos sete blocos estavam previstos para sair em diversos pontos da cidade. O Centro do Rio foi invadido hoje por milhares de foliões, de crianças a idosos, do Cordão do Bola Preta, bloco que abre oficialmente o carnaval na cidade. Neste ano, ele trouxe pela primeira vez a modelo Luma de Oliveira, que trocou de vez a Marquês de Sapucaí pela Avenida Rio Branco, por onde segue o bloco. Seguindo o carro de som, foliões de todas as idades, fantasiados e uniformizados com figuras do cartunista Lan, cantavam e dançavam ao som da banda. Havia pessoas de vários municípios do Estado, muitas vindo pela primeira vez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.