Neco Varella/Estadão
Neco Varella/Estadão

Fora do CTI, quadro de saúde de Verissimo é estável

Escritor gaúcho faz hemodiálise, fisioterapia e se recupera em um quarto do hospital

Lucas Azevedo, de O Estado de S.Paulo

04 Dezembro 2012 | 22h24

O escritor Luis Fernando Verissimo, 76 anos, passa bem após deixar o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) na tarde desta terça-feira, 4. Seu quadro de saúde é considerado estável, mas ele segue fazendo sessões de hemodiálise. Verissimo faz fisioterapia e se recupera em um quarto do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Ele ficou 12 dias no CTI para se recuperar de uma infecção. Agora, no quarto, lê jornais, vê televisão e recebe visita da família.

O escritor foi internado no dia 21 depois de se sentir mal após uma viagem por Minas Gerais e Rio de Janeiro. Ele se queixou de sintomas de gripe, o mesmo que seus companheiros de viagem sua mulher, Lúcia, o escritor Zuenir Ventura e o cartunista Chico Caruso. Entretanto, enquanto os demais apresentaram melhora, o escritor gaúcho piorou.

No dia 24, a equipe que atende Verissimo, chefiada pelos médicos Alberto Augusto Rosa, Sandro Cadaval e Eubrando Silvestre Oliveira, identificou que o escritor era vítima do vírus Influenza A, a gripe comum. Pelo fato de ser hipertenso e diabético, seu quadro de saúde se agravou, fazendo com que ele fosse imediatamente internado, para ser sedado e auxiliado por aparelhos.

Além de escritor, Verissimo também é jornalista, cartunista, roteirista de televisão, autor de teatro e tradutor. Entre suas obras mais famosas estão "O Analista de Bagé", "Comédias da Vida Privada", "As Cobras" e "A Velhinha de Taubaté". Seu pai, Erico Verissimo, é um dos principais autores brasileiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.