Divulgação
Divulgação

Força Nacional chega a São Luís para reforço no combate a ataques

40 homens desembarcaram no Maranhão nesta terça e outros 88 são esperados; ataques teriam partido do presídio de Pedrinhas

Diego Emir, Especial para o Estado

24 Maio 2016 | 20h38

SÃO LUÍS – O primeiro comboio de agentes da Força Nacional de Segurança chegou na tarde desta terça-feira, 24, na capital maranhense. Quarenta homens em 20 viaturas chegaram para reforçar o policiamento nas ruas da capital, que vem sofrendo desde a quinta-feira, 19,  uma série de ataques a ônibus, que já totaliza 16 atentados.

O governador Flávio Dino (PCdoB), informou que os agentes “serão progressivamente engajados sob o comando do nosso sistema de segurança, somando as medidas relativas à prevenção, com a participação dos sindicatos, tanto de empresários como dos rodoviários, a atuação do nosso sistema de segurança, as medidas adotadas na penitenciária e pelo Poder Judiciário, creio que a gente vai conseguir debelar essa situação”.

A ida da Força Nacional de Segurança a São Luís foi autorizada pelo Ministério da Justiça no sábado, 21, após vários ataques incendiários a ônibus do transporte municipal público na região metropolitana.

O total de agentes liberados para atuar no Maranhão chega a 128 e os que ainda não chegaram estão sendo aguardados para a noite desta terça. Somente após a chegada completa da tropa serão fornecidos detalhes da operação pela Secretaria de Segurança Pública.

De acordo com a pasta, as ordens dos ataques foram feitas de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, que ganhou destaque nacional após fugas, mortes e rebeliões. No total, 54 prisões já foram realizadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.