Força Nacional chega ao Rio de Janeiro nesta semana

O setor de segurança pública do Rio de Janeiro e da Região Sudeste começa nesta segunda-feira a viver uma semana decisiva para o combate à criminalidade. Entre terça e sexta-feira, parte da tropa da Força Nacional de Segurança Pública deve chegar ao Estado para atuar em suas divisas. Na terça-feira, vão se reunir na capital fluminense os governadores do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), de São Paulo, José Serra (PSDB), de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), e do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), com seus respectivos secretários da Segurança Pública e comandantes da Polícia Militar. O objetivo é discutir ações conjuntas no combate ao crime organizado.A Força Nacional também chega ao Rio para ajudar no combate às facções, agindo inicialmente nas divisas para impedir a entrada de drogas e armas e dificultar a movimentação de criminosos. Posteriormente, a tropa seguirá para a Região Metropolitana. Pelo menos 600 agentes treinados pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Rio, devem atuar na primeira etapa.AutonomiaJunto com a chegada da Força Nacional começa um plano especial de policiamento das vias expressas da cidade que servem de passagem na chegada dos turistas ao Rio e vão para a zona sul, segundo informações do jornal O Globo desta segunda-feira. A Linha Vermelha e o Elevado da Perimetral, vão contar com a segurança do Grupamento Tático de Motociclistas da PM e vão ter o número de policiais em exercício duplicado. O governador do Rio, Sérgio Cabral, decidiu que a forma de comandar as equipes que vão ficar nas vias também deve mudar. Cada trecho passa a ser de responsabilidade de um comandante, que terá autonomia para mudar de tática no esquema de segurança, caso haja emergência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.