Força Nacional ficará 90 dias em Santa Catarina

Ministério da Justiça autoriza permanência de tropas no Estado para reforçar ações de prevenção aos ataques registrados em mais de 30 cidades nas últimas semanas

Luci Ribeiro, da Agência Estado

18 Fevereiro 2013 | 12h06

Brasília - A Força Nacional de Segurança Pública reforçará as ações de combate à violência em Santa Catarina e ficará presente no Estado durante noventa dias. A portaria autorizando o reforço na segurança local foi assinada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e atende a pedido feito pelo governo catarinense. O prazo de permanência das tropas pode ser prorrogado, caso seja necessário.

 

"As ações serão desenvolvidas a fim de atuar no âmbito das atividades operacionais de manutenção da ordem pública, visando a prevenir um possível agravamento da situação nas áreas de conflito do Estado de Santa Catarina", cita a portaria.

 

Desde o fim de janeiro, o Estado sofre uma série de ataques violentos em mais de 30 cidades. Ao todo já foram registrados este ano mais de 100 ocorrências. Em novembro do ano passado, o Estado sofreu uma primeira onda de atentados em 16 municípios.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Santa Catarina

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.