Força Nacional reforça patrulhamento na zona norte do Rio

Tropas formadas por cerca de 200 homens da Força Nacional de Segurança Pública começam a atuar nesta sexta-feira, 2, nas ruas da zona norte do Rio de Janeiro. As tropas vão se revezar em três turnos e terão à disposição dez viaturas para o patrulhamento.O objetivo da iniciativa, segundo o coronel Aurélio Ferreira Rodrigues, coordenador geral do grupo, é reforçar a atuação da Polícia Militar na área do 9º Batalhão, em Rocha Miranda, onde um assalto no início de fevereiro resultou na morte do menino João Hélio, após ser arrastado por ruas da cidade, preso ao cinto de segurança. No próximo domingo, 4, cerca de 55 agentes voltarão ao estádio do Maracanã para reforçar o policiamento das rampas de acesso, portões do estacionamento, o campo de futebol e as áreas de torcida, durante a partida que será disputada entre Flamengo e Madureira.O trabalho da unidade de elite do Ministério da Justiça faz parte do treinamento para os Jogos Pan-Americanos, que se realizam em julho deste ano. A Força Nacional de Segurança Pública ficará responsável pelo policiamento dos locais de competição. Operação conjuntaAs tropas de elite estão no Rio de Janeiro desde o início do ano, participando de uma operação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar, nas divisas do estado, para combater o tráfico de drogas e de armas.A primeira grande apreensão foi feita no início de fevereiro, quando os agentes encontraram, com a ajuda de cães farejadores, cerca de 18 quilos de maconha que estavam sendo transportados por uma adolescente, na localidade de Penedo, no sul fluminense. A jovem vinha de São Paulo e tentava entrar no estado para levar a droga até o município de Volta Redonda, também no sul do estado.A unidade também já participou da ocupação de uma comunidade e do policiamento das vias expressas da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.