Força Nacional vai reforçar policiamento no Entorno do DF

A partir deste fim de semana, de 500 a 600 soldados serão levados à região em que jornalista sofreu atentado

Vannildo Mendes, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

26 Setembro 2007 | 00h00

Chegou ontem a Brasília o primeiro grupo de 150 policiais da Força Nacional de Segurança Pública para atuar na região do Entorno do Distrito Federal, uma das mais violentas do País. Eles estavam no Rio desde os Jogos Pan-Americanos, mas foram deslocados, por determinação do Ministério da Justiça, para enfrentar a criminalidade na periferia da capital do País, onde avançam o tráfico de drogas, a pistolagem e a violência generalizada. O governo federal planeja levar entre 500 e 600 homens à região a partir deste final de semana. Segundo o secretário nacional de Segurança Pública, Antônio Carlos Biscaia, a Força vai fazer nos próximos dias o levantamento de inteligência para planejar as ações em conjunto com a Polícia Militar de Brasília e de Goiás. As duas unidades da Federação pediram ajuda federal para conter a escalada da violência na região. No dia 15 de setembro, o jornalista Amaury Ribeiro Jr. foi baleado quando fazia uma série de reportagens para o jornal Correio Braziliense sobre o crime organizado na região. Rota de passagem e de processamento da droga que chega ao Distrito Federal, a região do Entorno, com mais de 2 milhões de habitantes, tornou-se um ambiente propício para a criminalidade. Não há indústrias e as opções de emprego são escassas na região. Na Cidade Ocidental, a 48 quilômetros do Plano Piloto, onde o jornalista foi baleado, ocorreram 189 assassinatos de janeiro a junho deste ano, além de 175 tentativas de homicídio, 7 mil furtos, 2.780 roubos e 6 latrocínios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.