Força Sindical ameaça processar Marta

A Força Sindical divulgou uma nota hoje informando que vai interpelar judicialmente a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), para que ela confirme as declarações de que as greves de ônibus e do lixo teriam conexação, o que caracterizaria crime organizado.Segundo a central sindical, se a prefeita confirmar as acusações "será processada judicialmente por danos morais e crimes contra a organização do trabalho". Além disso, a central promete encaminhar denuncia à Organização Internacional do Trabalho (OIT).A nota da central responsabiliza a prefeita pela demissão de 10,8 mil trabalhadores do setor de transportes; pelo descumprimento da legislação para abertura do comércio aos domingos; e pela suspensão da entrega de vale-transporte para desempregados.O presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, que apoiou Marta no segundo turno da eleição municipal de 2000, é pré-candidato a disputar o cargo de prefeito em 2004 pelo PPS.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.