Forças Armadas definem ajuda ao Rio

O ministro da Defesa, Geraldo Quintão, entregou nesta quinta-feira ao secretário de Segurança Pública do RJ, Roberto Aguiar, documento especificando a ajuda que as Forças Armadas podem oferecer ao governo fluminense no combate à criminalidade. O mesmo documento seguiu, pelos Correios, para a governadora do RJ, Benedita da Silva(PT), na véspera da audiência com Aguiar.No encontro desta quinta, Aguiar acertou que após a análise das propostas marcará uma reunião no Rio com os representantes das Forças Armadas, do governo e da cúpula da segurança. A reunião servirá para definir a participação de cada setor.O secretário diz que hoje as Polícias militar, civil, rodoviária e federal já trabalham em conjunto, no seu Estado. O secretário Aguiar não quis revelar as propostas apresentadas por Quintão, mas reafirmou que os militares não subirão morros atrás de traficantes. Sob a alegação de sigilo e sem detalhar qualquer sugestão, o secretário enfatizou que as Forças Armadas poderão dar apoio social e logístico.Aguiar disse que os serviços de inteligência, hoje voltados para a proteção do País, também poderão ser aproveitados nas ações contra a violência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.