Fórum de segurança discute violência em SP

Os prefeitos que compõem o Fórum Metropolitano de Segurança Pública se reúnem hoje, na Federação do Comércio, para debater as estatísticas sobre homicídios, roubos e furtos em São Paulo. Os dados foram levantados pelo Instituto São Paulo contra a Violência, com base nas estatísticas da Secretaria Estadual de Segurança Pública. O prefeito de Guarulhos, Elói Pietá, lembrou que determinados crimes aumentaram em algumas cidades, como os homicídios, e outros tipos de delitos diminuíram, como o furto e roubo de veículos. Ele acha que, na verdade, está havendo um ´empate´ na questão da violência. "Cessou aquela subida intensa da criminalidade na Grande São Paulo. Ao mesmo tempo, porém, não conseguimos entrar num processo de queda. Por isso, os prefeitos estão se reunindo a cada três meses - hoje inclusive com o secretário nacional de Segurança Pública - para tentar colaborar na redução da criminalidade", disse em entrevista ao Bom Dia São Paulo, da TV Globo.Pietá acrescentou que os prefeitos aguardam com ansiedade que o Estado forneça aos municípios as informações sobre os principais locais onde têm ocorrido os crimes através do chamado Infocrim - sistema informatizado on-line. De posse desses dados, declarou, a idéia é adotar uma prevenção melhor, ajudando tanto a Polícia Civil como a Militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.