Foto e impressão digital serão obrigatórios no título de eleitor

CÂMARA

, O Estado de S.Paulo

07 de maio de 2010 | 00h00

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou ontem proposta que determina a inclusão de foto e impressão digital nos títulos eleitorais , além do recadastramento de todo o eleitorado brasileiro no prazo de dois anos após a vigência da lei. Todos os títulos deverão ser trocados pelo novo modelo durante o período de recadastramento. O projeto ainda será analisado pelo plenário da Câmara e pelo Senado. O texto aprovado substitui o do deputado Chico Lopes (PC do B-CE) ao Projeto de Lei 3780/97, do Senado. A proposta altera a Lei 7.444/85, que trata da implantação do processamento eletrônico de dados no alistamento eleitoral e a revisão do eleitorado. De acordo com a proposta, o título de eleitor também deverá conter data de nascimento, filiação, número do CPF e número da carteira de identidade expedida pela Secretaria de Segurança Pública.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.