Fotógrafo amador mostra o corre-corre dos jornalistas

As 30 fotos da exposição "Por trás das lentes", de Francisco Moreira da Silva, trazem um pouco do dia-a-dia do trabalho jornalístico. O trabalho de Francisco, Bill para os amigos, será mostrado a partir deste sábado, às 11 horas, no Coreto do Jardim da Luz, Rua Ribeiro de Lima, 99 - São Paulo, até o dia 22 de setembro.Com uma câmera de pouquíssimos recursos, ele quis homenagear os colegas fotógrafos, mostrando um pouco dos bastidores da fotografia. Afinal, quem faz a imagem nunca aparece. Ao revelar o fotógrafo em ação, seu trabalho retrata as dificuldades enfrentadas pelo profissional em busca do momento certo do clique. Sua luta por um espaço adequado, a maneira inusitada encontrada para apoiar sua máquina, os perigos, as improvisações e limitações. Longe de querer apresentar técnica, sem aprendizado algum na área, Bill tentou registrar o momento exato em que os repórteres fotográficos fazem a história do País. A idéia partiu da vontade de Francisco ? que trabalha como do motorista de reportagem do jornal O Estado - mostrar à mulher e à filha quem e como são os autores das fotos estampadas pelo O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde e Agência Estado, além do portal www.estadao.com.br - e outras mídias. A curiosidade da família aguçou em Bill a antiga paixão pela foto. Com sua "xereta", além de dar retaguarda à equipe de reportagem, há dois anos ele aproveita para praticar o que prefere chamar de hobby. Agachados, contorcidos, esticados e com a expressão preocupada de quem precisa de toda a sensibilidade aliada à rapidez de reflexo, a exposição revela parte da equipe de 31 repórteres fotográficos do Grupo Estado e outros colegas. Mais informações pelo telefone (11) 227-3545.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.