Evaristo Sa/Reuters
Evaristo Sa/Reuters

Fotógrafo da Reuters atingido por bala perdida deve ter alta neste sábado

Ontem, o repórter fotográfico levou um tiro no ombro esquerdo quando estava dentro de um táxi

Julia Baptista - Central de Notícias,

27 Novembro 2010 | 12h02

SÃO PAULO - O fotógrafo da Reuters, Paulo Brandão Whitaker, de 50 anos, deixou do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) e foi transferido para um quarto particular neste sábado, 27, do Hospital Pasteur, no Meier, na zona norte do Rio de Janeiro. Ele foi atingido ontem no ombro esquerdo por uma bala perdida quando estava dentro de um táxi.

 

Whitaker teve uma crise hipertensiva e teve de ser internado no CTI. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, Whitaker deve ter alta ainda hoje. "Ele está lúcido e respirando espontaneamente (sem aparelhos)", diz a nota divulgada nesta manhã.

 

Veja também:

link Cinco civis são baleados no Alemão; 39 morreram desde domingo

link Chefe do CV e mais 500 estão no Complexo do Alemão, estima polícia

link Cabral agradece Forças Armadas

link Oito presos no Rio serão levados para Catanduvas

link Perda de espaço motiva ataques do tráfico, dizem analistas

link 'Não quero indenização. Queria minha filha', lamenta pai

especial Eduardo Paes: 'não podemos é esmorecer'

blog Patrícia Villalba: E o Capitão Nascimento com isso?

mais imagens Veja fotos da onda de ataques no Rio

video Vídeo - Bope troca tiros no Complexo do Alemão

forum Presenciou algum ataque? Conte-nos como foi

 

Em entrevista ao vivo agora há pouco para o programa Hoje em Dia, da Rede Record, o fotógrafo disse que estava no carro transmitindo as imagens feitas no local quando foi baleado. Segundo ele, o motorista do carro da agência também foi atingido, mas foi atendido no local e passa bem.

Mais conteúdo sobre:
Rioataquesfotógrafo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.