Renan Olaz/CMRJ
Renan Olaz/CMRJ

Fragmento de bala encontrado na cabeça de Marielle será submetido a comparação, diz emissora

Necropsia também constatou, segundo a Globonews, que os quatro tiros que mataram a vereadora entraram pelo lado direito do rosto dela, na região entre a sobrancelha e a orelha

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

25 Abril 2018 | 19h59

RIO - Pelo menos um fragmento de projétil foi encontrado pelos peritos do Instituto Médico Legal (IML) na cabeça da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL), morta com quatro tiros na cabeça no dia 14 de março. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, 25, pela emissora de TV paga Globonews.

Segundo o canal, esse fragmento será comparado com outros pedaços de balas recolhidos na cena do crime e no carro onde Marielle estava quando foi morta. O motorista Anderson Gomes também morreu, atingido por tiros disparados em direção à vereadora.

+++Não interessa qualquer resultado, mas a verdade, diz viúva de Marielle

Na terça-feira, 24, o veículo em que ambos estavam - um Chevrolet Agile branco, com vidros escurecidos - foi levado da Delegacia de Homicídios da capital, na Barra da Tijuca (zona oeste), onde estava desde a madrugada do dia 15 de março, para o Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), no centro. No ICCE foi realizada uma nova perícia, em busca de mais fragmentos de balas.

+++ “Quanto tempo mais passa pior o resultado’, diz Janot sobre caso Marielle​

Lado direito. A necropsia também constatou, segundo a Globonews, que os quatro tiros que mataram Marielle entraram pelo lado direito do rosto dela, na região entre a sobrancelha e a orelha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.