França diz que encontrou mais um corpo no mar

Marinha brasileira já encontrou até o momento, 5 corpos, que serão levados a Fernando de Noronha

Agências internacionais,

07 de junho de 2009 | 18h34

O governo francês informou que um helicóptero que operava de uma de suas fragatas encontrou mais um corpo no Oceano Atlântico, neste domingo. Ainda não está confirmado se o cadáver é do acidente aéreo do Voo 447. Este é considerado o pior acidente aéreo desde 2001. A fragata francesa "Ventôse" trabalha junto com as equipes brasileiras na busca por destroços e corpos de passageiros.

 

Na manhã deste domingo, a Marinha brasileira localizou três corpos pela corveta Caboclo, e estes serão transferidos para a fragata Constituição, que já contava com os dois cadáveres localizados no sábado a bordo. Por conta disso, a Constituição, que já estava a caminho de Fernando de Noronha, teve de retornar à área de buscas, e os cinco corpos só deverão chegar ao arquipélago na segunda-feira, 8, informa a Marinha.

 

Veja também:

video Vídeo: Operação de resgate

som Ouça as declarações da noite deste sábado

som Ouça a coletiva da manhã deste sábado

lista Todas as notícias sobre o Voo 447

especialEspecial: Os desaparecidos do voo 447

especial Especial: Passo a passo do voo 447

lista Air France divulga lista de brasileiros no Voo 447

mais imagens Galeria de fotos: buscas do Voo 447

mais imagens Galeria de fotos: homenagem às vítimas

blog Blog: histórias de quem quase embarcou

especial Conheça o Airbus A330 desaparecido no trajeto Rio-Paris  

especialCronologia das tragédias da aviação brasileira

especial Cronologia dos piores acidentes aéreos dos últimos dez anos

video TV Estadão: Especialista fala sobre o acidente

linkDestroços e óleo recolhidos não são do Airbus, diz Aeronáutica

linkSem informação sobre Voo 447, França cogita até terrorismo
Em entrevista coletiva, o tenente-coronel Henry Munhoz, da Aeronáutica, e o capitão-de-fragata Giucemar Tabosa, da Marinha, disseram que ainda não foi possível determinar o sexo das novas vítimas do desastre resgatadas. Outros corpos, além de centenas de objetos, estão sendo avistados e serão recolhidos nas próximas horas, dizem as autoridades. Esse material será levado a Fernando de Noronha para catalogação.

As autoridades ainda estão discutindo a estratégia de resgate dos corpos que ainda se encontram no mar.

Entre os objetos avistados, há poltronas, máscaras de oxigênio, monitores do tipo usado para a exibição de filmes em aviões, fiação e objetos pessoais. A natureza desses objetos pessoais só será divulgada às famílias das vítimas.

 

O tenente-coronel disse também, em entrevista coletiva, que a Air France confirmou que o número de série de uma poltrona recuperada "corresponde certamente" a seus aparelhos, mas ainda não esclareceu que seja do avião acidentado.

 

No entanto, Munhoz Wender afirmou que "não há mais dúvida de que tudo o que está sendo encontrado é do avião acidentado" nem de que "os corpos são de pessoas que estavam nesse aparelho".

 

O porta-voz militar afirmou que foram recuperadas "partes das asas e da estrutura" do avião, "máscaras de oxigênio e outras centenas de objetos".

 

As operações de busca e resgate serão concentradas na área onde esses corpos estão sendo avistados, disseram os oficiais, acrescentando que o avião R99, que conta com radar para buscas, continuará a fazer varreduras.

(Com EFE e Reuters)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.