França empresta 500 mi de euros para metrô do Rio

Governador está em viagem oficial ao país e anunciou que verba será investida nas obras da Linha 4

Alexandre Rodrigues, Agência Estado

01 de junho de 2011 | 16h46

RIO - Em viagem oficial à França, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), embarca de volta ao Brasil com um crédito de 500 milhões de euros (cerca de R$ 1,2 bilhão) para investir nas obras da Linha 4 do metrô da capital fluminense. O crédito será oferecido pela Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), informou nesta quarta-feira, 1, o governo do Rio, conforme comunicado do diretor geral adjunto da AFD, Didier Mercier, em encontro com Cabral em Paris na tarde de hoje.

A Linha 4 do metrô carioca ligará os bairros Ipanema, na zona sul, e Barra da Tijuca, na zona oeste. O projeto, cuja obra já foi iniciada, faz parte dos investimentos de mobilidade urbana previstos na preparação do Rio para a Olimpíada de 2016. Pela manhã, o governador participou de um café da manhã com empresários franceses e fechou convênios com a Câmara de Comércio e Indústria de Paris para projetos de ensino profissionalizante no Rio. Ele também visitou o Centro de Design da PSA Peugeot Citroën, que tem uma montadora no interior do Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
transportemetrôRiocréditoFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.