Francês agride brasileira durante vôo e responderá por lesão corporal

A brasileira Elenice Drewanz sofreu uma torção no pescoço depoisde ser agredida por um turista francês durante o vôo 8725 da Varig(Paris-Rio) e teve de ser retirada do avião imobilizada, na noite desegunda-feira. Cyril Alexandre Savtchenko Belsky irritou-se quandoElenice reclinou a cadeira. Ele reagiu dando dois socos no encosto. A brasileira já tinha uma lesão na coluna, que foi agravada pelos golpes. Belsky foi detido e responderá na Justiça Federal por lesão corporal dolosa.A confusão ocorreu quando o avião sobrevoava Natal (RN), por volta das 15h30 de ontem. Elenice contou que o francês não queria que a cadeira fosse recostada porque tinha pernas grandes. ?Num vôo tão longo é impossível não recostar em nenhum momento. Ele reagiu de forma estúpida, deu dois socos e meu pescoço foi para frente e para trás?, contou Elenice. O turista ainda discutiu com o marido dela, Adriano di Martini.O comandante do vôo Jurandir Mattana informou à Polícia Federal o que estava acontecendo, e quando o avião pousou às 19h10 no Aeroporto Tom Jobim, Belsky foi detido e levado para prestar depoimento. O turista alegou que reagiu daquela forma porque Elenice teria abaixado o encosto de forma repentina, o que fez com que um copo de refrigerante caísse sobre ele.Belsky foi indiciado por lesão corporal dolosa. De acordo com oassessor de imprensa da Polícia Federal, Sílvio Pinho, o turista nãocorre o risco de ser preso por se tratar de um crime de ?menorpotencial ofensivo?. Ele tem o direito de voltar para a França durante o processo, mas, se for condenado, Belsky pode ter o nome incluído na lista de pessoas proibidas de desembarcar no Brasil.Elenice deixou o avião imobilizada, foi atendida no setor médico doaeroporto e transferida numa ambulância para o Hospital Barra D?Or. Ela foi submetida à radiografia e tomografia e liberada uma hora mais tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.