Frentista tinha pouco dinheiro. Foi assassinado

O frentista Antonio Vicente Dias, 30, funcionário do Auto Posto Boa Hora, que fica na zona leste de São Paulo, foi morto a tiros por quatro assaltantes, pois tinha pouco dinheiro. O crime ocorreu por volta das 23h30 de ontem. Os assassinos entraram no posto, pediram para que Dias abastecesse o tanque e, na hora de pagar, anunciaram o assalto. Como era pouco, os bandidos atiraram contra o rapaz e fugiram, levando o que tinha no caixa. Dias ainda foi socorrido no Hospital Santa Marcelina, onde acabou morrendo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.