Freqüentador baleado na pista de casa noturna está na UTI

Eram 3h20 de segunda-feira, noite de black music da Lov.e, tradicional casa de descolados na Vila Olímpia, zona sul. A pista de dança ainda estava cheia, com cerca de 250 pessoas, quando um tiro foi disparado perto do bar. Houve tumulto e o público fugiu rapidamente do local. Sobrou só Marcelo Teles de Azevedo, de 33 anos, estirado na pista com um tiro no pescoço. Seguranças e policiais levaram o rapaz ao Pronto-Socorro do Hospital São Luiz, na Avenida Santo Amaro. Azevedo permanecia internado na Unidade de Terapia Intensiva, em estado grave, por volta das 23 horas. A família proibiu o hospital de passar maiores informações.Até a noite de segunda-feira, 11, o autor do tiro permanecia desconhecido. Policiais disseram que ainda não tinham ouvido testemunhas sobre o crime. Funcionários da Lov.e levantaram suspeitas de que o disparo tenha sido feito por um policial. O Estado apurou que essa hipótese não é levada em conta pela equipe do 15º Distrito, Itaim-Bibi, onde o caso foi registrado - ninguém da polícia quis se manifestar oficialmente.Aberta há oito anos, a Lov.e ajudou a alavancar a carreira de DJs de sucesso. Além da música eletrônica, a Lov.e abriu espaço para outras tribos. Segundo a diretoria, a noite black, aos domingos, e a do pancadão, às quartas-feiras - comandada pelo DJ Marlboro, ao som de funk carioca - merecem cuidado especial, por causa das rixas entre turmas rivais. Nessas ocasiões, o número de seguranças escalados sobe de seis para dez.A direção informou que, às quartas e domingos, reforça também a revista na entrada, para homens e mulheres. Por isso, integrantes da casa especularam sobre a possibilidade de o tiro ter sido disparado por policiais, únicos profissionais autorizados a entrar com armas - a Lov.e garantiu que os seguranças trabalham desarmados.O advogado da Lov.e, Carlos Augusto Dias, escreveu uma carta prestando solidariedade à família da vítima. No texto, ele disse que a casa vai colaborar com a apuração da polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.