Frio chega para valer, em São Paulo, no domingo

O tempo continua razoavelmente bom até amanhã à tarde, no Estado de São Paulo. Mas, no domingo, uma nova massa de ar polar derruba a temperatura no Estado e deixa o céu aberto em quase todo o interior. O céu ainda fica nublado no norte e no leste. A máxima não passa dos 15 graus na Grande São Paulo e dos 10 graus na região serrana de Campos do Jordão. Amanhã, o dia começa com névoa fraca, o sol aparece forte e as temperaturas sobem um pouco por causa do sistema pré-frontal de uma frente fria que traz instabilidades para o Estado à tarde, de acordo com a Climatempo. Só no norte o tempo ainda permanece seco. A umidade alta e a temperatura mínima de 14,4 graus formaram forte nevoeiro na Grande São Paulo ao amanhecer dehoje. Segundo a meteorologista da empresa Climatempo Josélia Pegorim, a visibilidade foi de apenas 100 metros no aeroportointernacional de Guarulhos; 500 metros no Campo de Marte e de 900 metros em Congonhas. No interior, na região de Pirassununga, o frio de 9 graus no início da manhã também reduziu a visibilidade para 500 metros na Academia da Força Aérea. Às 9 h, com a temperatura já em torno de 17 graus, a visibilidade subiu para 2.000 metros em Guarulhos e para 3.000 metros em Congonhas.O Instituto Nacional de Meteorologia, no Mirante de Santana, na zona norte da cidade, registrou máxima de 25,9 graus eumidade de 45% às 15 horas de hoje.Por causa da atuação da frente fria, o tempo fica chuvoso e frio até sábado. Na capital, as temperaturas oscilam entre 15 e 21 graus e, em Campos do Jordão, ficam entre 10 e 17 graus.

Agencia Estado,

07 de julho de 2004 | 18h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.