Frio deve continuar nos próximos dias, prevê meteorologia

Os meteorologistas avisam que o ar polar, que entrou no Estado no início da semana passada, não vai embora tão cedo. Nesta segunda-feira, além de registrar geada, a cidade de Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira, teve a menor temperatura do Estado este ano, com 2,1 graus negativos. A mínima anterior, de 1,1 grau negativo, foi no dia 27 de maio.Na Grande São Paulo, o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, amanheceu com temperatura de 8 graus e nevoeiro, o que reduziu a visibilidade para 200 metros, segundo a meteorologista da Climatempo Josélia Pegorim.Na estação oficial da cidade de São Paulo, no Mirante de Santana, zona norte, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou mínima de 8,4 graus. A máxima foi de 18,1 graus às 15h30. A menor temperatura do ano, 7,6 graus, ainda é do outono. A mínima do inverno foi registrada no sábado - 7,7 graus. No interior, o frio chegou a 2 graus na Academia da Força Aérea, na região de Pirassununga, com formação de forte névoa. O Vale do Paraíba teve 5 graus em Taubaté e 6 graus em São José dos Campos. No litoral, a mínima foi de 11 graus, em Santos. De acordo com a Climatempo, o tempo não muda nos próximos dias, com sol em todo o Estado. Até lá, as temperaturas oscilam entre 9 e 21 graus na capital. Em Campos do Jordão, pode ocorrer geada nas próximas madrugadas, com mínima em torno de zero grau e máximas de até 17 graus durante as tardes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.