Frio deve diminuir durante fim de semana, prevê meteorologia

Depois de uma semana úmida e fria, o sol volta a aparecer forte na maior parte do interior paulista e fraco no centro-norte e na faixa leste, incluindo a Grande São Paulo. Segundo o meteorologista da empresa Infotempo Carlos Repelli, a nebulosidade é maior nessa área por causa dos ventos que sopram do mar para o continente, trazendo umidade. Apesar disso, o frio começa a diminuir gradativamente neste sábado, quando as temperaturas variam entre 9 e 16 graus na capital, 13 e 18 em Santos e 7 e 14 em Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira.No domingo, o dia amanhece com nevoeiros no leste, formados pela baixa temperatura da madrugada, mas o sol aparece por maiores momentos durante o dia, elevando a máxima para 18 graus na cidade de São Paulo e para 20 graus na Baixada Santista. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou até as 15 horas desta sexta-feira, na estação do Mirante de Santana, zona norte de São Paulo, a mínima de 10,7 e a máxima de 12,4 graus, a mesma temperatura ocorrida na tarde do dia 12 de julho, a mais fria do inverno. A mínima do ano é de 5,9 graus, ocorrida no dia 18 deste mês. A empresa InfoTempo prevê nebulosidade variável na Região Sul, com chuviscos no leste de Santa Catarina e no nordeste do Rio Grande do Sul amanhã. No domingo, o sol brilha entre poucas nuvens em todos os Estados. Nesta sexta, as temperaturas ficam entre 7 e 17 em Porto Alegre 12 e 17 em Florianópolis e 6 e 15 em Curitiba. Pode gear no sudoeste gaúcho e há possibilidade de ocorrer neve na madrugada de sábado na serra catarinense. O 8° Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia registrou geadas moderadas em Santa Catarina nas regiões de Lages e de Campos Novos, onde as mínimas foram de 0,8 e 0,3 grau negativo. No Rio Grande do Sul, houve formação de geada em Iraí, com 1 grau ao amanhecer. Chapecó, em Santa Catarina, e Lagoa Vermelha, no Rio Grande do Sul, tiveram geada fraca.

Agencia Estado,

29 de agosto de 2003 | 21h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.