Fugitivo pede carona para ônibus lotado de PMs

O bombeiro reformado do Rio de Janeiro, Sérgio Villas Boas, que foi preso no Mineirão no último domingo com três pistolas semi-automáticas no meio da torcida do Flamengo, conseguiu fugir do batalhão do Corpo de Bombeiros de Belo Horizonte na última noite. Ele estava detido aguardando decisão da Justiça em uma sala especial sendo vigiado por um soldado e pediu para dar um telefonema. Quando chegou na sala onde estava o telefone, deu um soco na barriga do soldado e saiu correndo pulando o muro do batalhão e desapareceu.Segundo a Rádio CBN, a Polícia Militar foi acionada e começou a fazer buscas na região da Pampulha, onde fica o 3º batalhão do Corpo de Bombeiros. Sérgio Villas Boas conseguiu chegar até o anel rodoviário, saída para o Rio de Janeiro. Ao avistar um ônibus ele deu sinal e pensou que ia conseguir chegar em casa tranquilamente. Aí veio a surpresa. O ônibus era da PM e estava lotado de soldados que estavam à procura dele. Novamente preso Sérgio foi levado ao batalhão do Corpo de Bombeiros, desta vez para ficar algemado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.