Fumódromo vira lazer em empresa

A empresa Sitel, especializada em call center, antecipou-se à proibição do fumo no ambiente interno e, já em maio, desativou o fumódromo. A estratégia foi transformar o local em uma área de lazer e descanso para os 1.300 funcionários. Foi instalada uma mesa de pebolim (foto acima). Estudo feito pelo Sesi mostra que 16% dos empregados fumam

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.