Funcionário de sítio é morto com 17 tiros em Jeriquara

A polícia de Jeriquara, na região de Ribeirão Preto, investiga a autoria da morte de Augusto Nogueira, de 63 anos, que trabalhava no Sítio São João, a cerca de 10 quilômetros da cidade. O corpo, com pelo menos 17 perfurações de calibre 22, foi encontrado no final da tarde de domingo por um sitiante vizinho. O laudo pericial demorará alguns dias, quando será definida a causa da morte, pois o pescoço de Nogueira tinha um corte profundo. A perícia foi feita na manhã de hoje, já que o sítio não tem iluminação. O corpo de Nogueira foi arrastado pelo autor. A polícia trabalha com a possibilidade de tentativa frustrada de furto ou roubo, já que nada foi levado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.