Funcionário mata patrão com 30 machadadas em Uberaba

Crime ocorreu em carvoaria e a motivação seria um tapa na cara do acusado

Rene Moreira, Especial para o Estado

05 de novembro de 2013 | 12h19

FRANCA - Um lavrador foi preso no início da noite dessa segunda-feira, 4, acusado de matar seu patrão com 30 golpes de machado numa região conhecida como Veríssimo, em Uberaba (MG). O crime ocorreu em uma carvoaria e a motivação seria um tapa dado pelo patrão no rosto do funcionário. Ele viu a vítima cochilando e aproveitou para desferir os golpes.

O acusado Adaildo José da Costa Barbosa, de 35 anos, alegou que teria levado o tapa há cerca de quatro meses, mas que esperou o momento certo de revidar. Após o expediente, teria ingerido bebidas alcoólicas na companhia do patrão, Dorival Ferreira dos Santos, de 49 anos, e viu quando ele dormiu. Aproveitou e desferiu os golpes em sua cabeça.

Tudo o que sabemos sobre:
ViolênciaUberabaMinas Gerais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.