AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Funcionários da CET fazem manifestação amanhã

Insatisfeitos com a proposta de reajuste salarial oferecida pela Prefeitura de São Paulo, os funcionários da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) fazem amanhã (22) manifestação em frente do prédio da Secretaria Municipal dos Transportes. "Vamos tentar sensibilizar o secretário Carlos Zarattini para que apresente uma proposta mais digna para a categoria", disse Daniel de Paula, diretor do Sindiviários, sindicato que reúne os funcionários da CET.No dia 28, os trabalhadores vão realizar uma assembléia. "Caso a empresa não apresente uma boa proposta, devemos aprovar greve geral por 24 horas no dia seguinte", afirmou o presidente do Sindiviário, Luis Antonio Queiros. "Os trabalhadores estão revoltados, pois há dois anos eles não têm reajuste salarial", afirmou.A categoria reivindica 15,9% de reposição das perdas salariais ocorridas no período de 2000 a 2002, 4% de aumento real, que o valor do tíquete refeição passe de R$ 7,50 para R$ 13,50 e o anuênio de R$ 9,02 para R$ 15,00.A Prefeitura ofereceu apenas 5% de reajuste, tíquete refeição de R$ 8,25 e R$ 10,00 de anuênio. "Com relação ao aumento real, nem discutiu o assunto", reagiu Daniel. Em protesto, os marronzinhos, na sexta-feira, deixaram de multar os motoristas infratores, incluindo os que desobedeceram ao rodízio de veículos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.