Funcionários da Febem entram em greve na sexta-feira

O sindicato dos funcionários da Fundação do Bem-Estar do Menor de São Paulo (Febem) informou hoje que a categoria deve realizar uma greve geral nesta sexta-feira. Eles exigem melhores condições de trabalho, maior segurança, reposição salarial de 22,55% e estabilidade após 3 anos para os funcionários concursados, entre outras.Na quinta-feira, dia 27, às 10h, os funcionários da Febem irão fazer uma manifestação em frente a Assembléia Legislativa de São Paulo pedindo a criação de uma CPI para apurar licitações irregulares, obras super faturadas, rebeliões, fugas, horas extras e quem ganha com elas. O sindicato já enviou documentos com mais de 500 páginas para o deputado estadual Antônio Mentor para que seja instalada a CPI.Somente nos três primeiros meses de 2003, a Febem já registrou mais de 30 ocorrências relacionadas a rebeliões e tentativas de fuga. As unidades de Franco da Rocha, Vila Maria e Tatuapé são as mais problemáticas. Mais de 17 mil menores infratores estão sob a responsabilidade do governo de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.