Funcionários da Funai continuam em aldeia

AMAZONAS

, O Estado de S.Paulo

21 de maio de 2010 | 00h00

Pelo menos até o sábado os três funcionários da Funai mantidos reféns na aldeia Pracuá, na zona rural de Manicoré, devem ficar no local. Os indígenas querem ser ouvidos sobre a decisão da Funai de manter uma regional longe da aldeia. O presidente em exercício, Aloysio Guapindaia, não respondeu ao telefonema da reportagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.