Funcionários da PF analisam proposta para pôr fim à greve

Servidores estão parados há mais de uma semana e emissão de passaportes é prejudicada no País

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

04 Outubro 2007 | 13h35

Uma nova reunião nesta quinta-feira, 4, poderá pôr fim à greve dos servidores administrativos da Polícia Federal. Em greve deste a terça-feira, 25, os funcionários da PF organizaram uma reunião entre o Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (SINPECPF) e técnicos do Ministério do Planejamento, para a apresentação da proposta aos funcionários.   Na quarta-feira, 3, representantes do sindicato e do Ministério do Planejamento, em Brasília, fizeram uma rodada de negociação da reestruturação da carreira dos servidores, quando o governo apresentou uma proposta de nova tabela remuneratória.   Após a reunião desta quinta - sem horário definido -, os servidores farão uma assembléia para decidir sobre a continuação da greve.   Com a greve, os serviços feitos pelos servidores, como emissão de passaportes, continuam prejudicados na maioria das sedes da PF no País. Segundo o SINPECPF, cerca de 90% dos 3.500 trabalhadores ativos aderiram à greve, com o objetivo de convencer o governo federal a realizar a reestruturação do Plano Especial de Cargos dentro da instituição.

Mais conteúdo sobre:
greve da PF passaporte

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.